Área da Comunicação perde mais uma grande referência em 2018



Foto: Portal Intercom/Divulgação

Nesta quarta-feira, 20, faleceu José Marques de Melo, jornalista, professor universitário e importante pesquisador acadêmico. Grande referência no campo da comunicação, José Marques se tornou o primeiro doutor em jornalismo do Brasil, em 1973, e foi um dos fundadores da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP).

José Marques de Melo escreveu 50 livros e coletâneas que se tornaram referências na comunicação. Além disso, fundou e foi membro de várias comunidades científicas no espaço ibero-americano, e contribuiu significativamente para o desenvolvimento da pesquisa científica no Brasil.

Dentre as tantas pesquisas desenvolvidas ao longo de sua carreira, seus últimos projetos trabalham com Comunicação Massiva e Jornalismo Comparado. Nos anos de 2016 e 2017 publicou seus últimos livros, o de 2016 com o título “Folkcomunicação en América Latina: Diálogos entre Chile y Brasil”, em que é organizador, e o de 2017 intitulado “Roberto Benjamin: pesquisas, andanças e legado”, em que participa como autor.

Em meio a tantas obras e contribuições na academia, alguns livros se destacam como referencial teórico para muitos pesquisadores da comunicação: Entre el Saber y el Poder: Pensamiento Comunicacional Latinoamericano (2007), História do pensamento comunicacional (2003); Jornalismo Opinativo (2003); História Social da Imprensa (2003); e sua obra mais clássica: Teoria da Comunicação - Paradigmas Latino-Americanos (1998).

#JoséMarquesdeMelo #Comunicação

Apoio: